Vamos falar sobre suas crenças limitantes?

Crenças limitantes são interpretações sobre situações que assumimos como verdadeiras e que, muitas vezes, nos limitam no desenvolvimento de nossas habilidades e regem nosso comportamento. Elas normalmente são passadas por pessoas próximas que amamos, que, por sua vez, receberam de seus pais e cuidadores. Ou seja, elas são passadas de geração por geração.

O grande problema aqui é que muitas vezes as crenças nos impedem de atingir nossos objetivos e nos tornam pessoas frustradas.

Queria falar de 2 tipos de crenças que podem limitar para que tenhamos uma vida completa e equilibrada: crenças pessoais e crenças sobre dinheiro.

Crenças limitantes pessoais estão relacionadas a sua capacidade ou merecimento em relação às mais diversas situações. Geralmente são acompanhadas das seguintes frases: eu não posso, eu não consigo, eu não mereço. Por acreditar nelas podemos desistir de sonhos e metas antes mesmo de tentar por acreditarmos que não somos capazes.

Crenças limitantes sobre dinheiro estão relacionadas a maneira como as pessoas ganham dinheiro e também sobre o que vem junto com ele. São interpretações generalizadas que se analisadas com detalhe passam a não fazer sentido pois estão relacionadas a situações pontuais ou a algum acontecimento histórico ocorrido há dezenas de anos. Exemplos: Dinheiro é a raiz de todo o mal, dinheiro muda as pessoas, só consegue ganhar dinheiro quem faz algo ilícito.

Minha sugestão é para que você se questione quais são suas crenças limitantes. Certamente elas estão ai. Pergunte-se sobre algo que gostaria de ter feito e avalie o motivo por não ter concluído. Existem maneiras de ressignificarmos essas crenças, mas hoje eu gostaria de falar sobre nosso papel na educação das nossas crianças.  

Depois de feita essa análise, você gostaria que seu filho tivesse as mesmas crenças e educação financeira que você? Posso apostar que pelo menos alguns pontos você gostaria que tivessem sido diferentes.

E esse é momento de mudarmos a história. A partir da nossa consciência sobre o que gostaríamos de ter feito diferente, podemos mudar o futuro dos nossos filhos.

A educação financeira está ai pra isso, mas também podemos contar com outras ferramentas, tais como: inteligência emocional, disciplina positiva, parentalidade consciente, etc.

Porque para que nossos filhos tenham uma vida próspera e desenvolvam suas potencialidades eles precisarão da nossa ajuda na jornada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: